top of page
  • Foto do escritorLetícia Thomaz

Financiamento imobiliário é uma boa?

Basicamente, entrar em uma dívida nunca é bom, a não ser para algo muito importante

como a casa própria. O financiamento imobiliário envolve um bem duradouro, por isso mesmo é trabalhado com juros bem mais baixos que bens efêmeros, como veículos e outros bens móveis. E pode ser usado tanto na compra de um imóvel pronto como para a construção de um imóvel novo.

Existem financiamentos feitos por bancos oficiais, como a Caixa Econômica Federal e bancos particulares. O financiamento pela Caixa tem várias opções, tais como a compra de imóvel pronto, construção, compra de terreno, e construção, reforma e ampliação. Sim, é possível financiar desde a compra do terreno à construção. Pela Caixa, em todas as modalidades, o valor financiado é de até 80% do valor total do empreendimento.


É necessária a análise da renda bruta formal dos proponentes, que podem ser o casal, todos da família e até mesmo um grupo de investidores. Será analisada ainda a ficha cadastral de cada componente, na qual todos deverão estar com o nome “limpo”. Existem financiamentos por meio de bancos particulares, onde é possível juntar tanto a renda formal como a informal, de todos os proponentes, possibilitando o aumento do valor financiado, inclusive podendo aumentar este valor se for colocado algum imóvel já pronto em garantia.


Existindo, assim, possibilidade de uma carência para início de pagamento de até 1 ano. Esta modalidade é uma ótima opção para investidores que constroem imóveis para venda, uma vez que dá um fôlego para executar a obra e vender os imóveis, quitar o financiamento após a venda, com amortização dos juros e ficar com o lucro, tendo pago poucas prestações.


Atualmente, devido às mudanças políticas, estão ocorrendo algumas alterações nas modalidades de financiamentos e nos limites máximos de valores financiados, isto em vista da taxa de juros Selic estar em níveis altos e a política habitacional do governo, que dá prioridade sempre a facilitar a aquisição de imóveis populares em função do déficit habitacional.


Entretanto, as modalidades estão se ajustando e há previsões para que em breve as opções de financiamento imobiliário estejam mais amplas e facilitadas. O importante é estar sempre informado quanto às possibilidades que existem para se concretizar o objetivo de conseguir a casa própria e nunca desistir, pois se você tem um objetivo e trabalha em sua direção irá chegar lá.



Henrique Thomaz

Arquiteto

THZ Arquitetos





12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page